Comum nos países do hemisfério norte, com estações bem marcadas e inverno caracterizado por menos horas de luminosidade durante o dia, a depressão sazonal é uma forma de depressão maior. 

As pessoas acamadas, com pouca exposição à luz, também podem desenvolver essa forma de depressão.

Os demais sintomas da depressão maior, como tristeza e falta de energia também estão presentes.

O diagnóstico é feito com base nos sintomas de depressão maior e no período em que ocorre o início dos episódios (durante o outono ou inverno) com melhora na primavera e/ou verão.

Esse tipo de depressão também pode estar associado ao transtorno bipolar.

 

Além de medicação antidepressiva, o médico pode indicar a fototerapia (tratamento com luz). 

DEPRESSÃO SAZONAL

A luminosidade está relacionada com a produção de melatonina, um hormônio naturalmente produzido pelo cérebro durante a noite. Com a diminuição da luminosidade durante o inverno nas regiões temperadas, a produção de melatonina é maior e leva a pessoa a um estado de maior sonolência durante o dia. 

© 2017 por Alina Landi

Criação de textos e site: Beatriz Helena de Assis Pereira